terça-feira, agosto 5

Sobre conectividade

Pela primeira vez em muito tempo passo um final de semana sem fotografar e sem mexer muito em redes sociais. Não teve uma fotinho se quer no Instagram (meu novo vicio). Apesar do final de semana corrido, começando com festa já na sexta à noite e terminando apenas no domingo de madrugada, aproveitamos o resto do domingo para curtir mesmo só em família (vou dever fotinhos do final de semana) e curar uma pequena enxaqueca, faz parte da vida da mulher, rsrsrsrs.

Nas minhas férias a Maria estava punk, nossa era muita birra por nada (ou achávamos que por nada) eu e o Marido também não nos entendíamos mais pois quando um falava o outro por distração não prestava atenção. No ultimo dia das férias a Maria fez uma birra memorável e eu já irritada com tudo e cansada (mesmo de férias não parei realmente para descansar e ficar de bobeira) explodi, confesso que a briga foi feia. Sentamos os três para conversar e percebemos que o que nos estressava realmente era o excesso de conectividade e aparelhos eletrônicos, não da parte da Maria que controlamos muito, mas dos pais. Sim as vezes devemos reconhecer nossos erros. Quando menos esperava já estava respondendo as mensagens que recebia e o marido já estava no Candy Crusch ou lendo noticias. Vimos que assim realmente não dava.

Faz uma semana que surgiu uma regrinha aqui em casa, mexer em qualquer aparelho eletrônico como IPad e telefone somente após a Maria dormir, ou se não estivermos fazendo outra atividade familiar ou com pessoas reais. Resumindo longe de redes sociais, noticias e jogos. Gente juro que a vida mudou, até o momento não senti muita falta. Já aviso de antemão estou demorando para responder algumas mensagens, se tem pressa me liga, rsrsrs. O final de semana foi maravilhoso, rendeu muito e descansei muito mais, mesmo com ele abarrotado de festas e afazeres.

É a vida atual é agitada, não tem como ficar desconectado o tempo inteiro, mas devemos viver a vida real, dar valor para quem está do lado, brincar, correr ao ar livre, brincar mais em praças, beber mais vinhos, dançar mais conectar ao que realmente importa... Acho que encontramos um meio termo para esta vida conectada.

Boa semana!!!

8 comentários:

Carol Sena disse...

Tássia esse é o mal dos tempos... eu ando pegando muito nó pé do meu marido com relação a isso. é muito chato vc dividir atenção...

bjusss

Kizzy Peres disse...

Nossa Tássia estava mesmo pensando nisso esses dias e aos poucos estou diminuindo minha entrada nas redes sociais, principalmente no insta que tbm é meu vicio.
Eu concordo com tudo que vc disse, novos tempos requerem novas atitudes e temos que saber reconhecer quando estamos errados.
Parabéns pela sua atitude.
Beijos
Ki
www.donakizzy.com.br

Tatá disse...

Tássia, tu sabe que sou totalmente a favor, tanto que nem tenho mais internet no celular. Chega! Esse final de semana entrei no Face uma vez e mais nada de internet. Percebi faz um tempo o quanto a minha vida girava sob uma ótica errada. As coisas precisam acontecer na linha da vida, e não na linha do tempo da internet. Fiquei feliz por vocês. Bjus

Taty disse...

Pois é isso é um problema.
Lá em casa nós conseguimos ser bem controlados.
Claro que as vezes ficamos um pouquinho na net, um em cada canto do sofá, mas sendo bem sincera é questão de 10 a 30 minutos só pra colocar as noticias em dia rs
Ainda não temos o Zapzap rs estamos resistindo, pq sei que quando eu fizer vai ser um vicio e tanto...

Bjus

Taty

Gabriela Rodrigues disse...

Preciso fazer isso tbm....é direto, sabe???
E quando fico muito tempo sem entrar nas redes sociais quero ver tudo o que eu perdi de uma vez!!! rs..
Vc está certíssima, vamos viver mais "fora da casinha".

beijos!!!!
Gábi

Jô Turquezza disse...

Oi, gostei da postagem.
Nós queremos fazer tudo! Mas não dá.
Então, menos PC, Smart etc etc.
joturquezzamundial
Beijos.

Chris Ferreira disse...

OI Tássia, sei bem como é esse cansaço. Sabe que nesse dia dos pais eu nem me conectei. DEpois que o domingo passou que eu fui dar conta que nem tirei foto do nosso dia! Mas é mesmo bom ficar desconectada das redes sociais para se conectar mais a família.
Essa fase de birras deixa a gente exausta e meio pirada mesmo. Mas passa. Respira fundo que passa. kkk
Uma ótima semana pra você
beijos
Chris
Inventando com a Mamãe

Elza Carrara disse...

Tássia, eu percebo essa agitação nos meus filhos quando eles estão usando demais o tablet para joguinhos, essas coisas, por exemplo. Ficam agitados e nervosos.
Pois pensei assim, se eu que sou adulta, fiquei mal com as coisas da vida e precisei me desconectar para melhorar e acalmar um pouco, imagine uma criança que ainda não controla as suas emoções?
Eu não tenho internet no celular, ele é velhinho e só faz ligação mesmo, rsrs e quando meu marido diz que vai me dar um celular novo de presente, eu já digo que não quero, pois será mais um meio de ficar conectada, hahaha
O que você disse é muito válido, é preciso estar conectada com a vida real :)
Bjs e boa sorte pra vocês