segunda-feira, junho 2

Quando o corpo pede uma pausa...

Quinta feira eu estava toda empolgada esperando a sexta e o final de semana começar, tinha muitas coisas para fazer e festinha infantil (novamente) para ir. Nada muito diferente dos outros finais de semana... Afinal a vida anda bem agitada, e desde o final do ano passado (leia-se outubro) não lembro de um final de semana realmente sem compromisso nenhum, ou curtindo a minha casa.

Na sexta feira acordei com uma leve dor de cabeça, coisa pouca, tomei um remedinho e pensei que logo ria passar, só pensei... Um pouquinho antes do meio dia a dor piora, e a partir dali até o domingo à noite dor intensa mesclada com pequenos alívios. Uma enxaqueca de três dias veio me visitar.

Vou dizer que a parte ruim disto tudo certamente é a dor, mas isto me fez parar um pouquinho e ver que era meu corpo pedindo uma pausa, precisava descansar. Como o tempo no final de semana estava horrível feio decidi que não iria na festinha e ficaria em casa, nem lembrei a Maria da festinha, sai no sábado a tardinha só para ir na minha irmã (que fazia tempos que não ia) e conhecer a nova integrante da família, a Pitty, uma calopsita fofíssima e depois aproveitei para descaçar muito, fazia tempo que não dormia tanto.

Passei o final de semana lembrando que minha amiga na semana passada falou que devemos parar um pouco e as vezes dizer não ou simplesmente não ir em alguns eventos pois precisamos dar uma pausa. E outro dia outra amiga minha disse que a pausa vem por bem ou por mal. Desta vez veio por mal, mas serviu de lição, o corpo pede um pouco mais de calma, e alma... Ah lembrei de tantas coisas... Lembrei também da postagem da Elza do blog Casa, Cantinho e Coisinhas em que a sua psicóloga lhe disse que devemos fazer coisas porque queremos fazer, não que devemos fazer. Entrei em um momento assim...

Bom como viram foi um final de semana de muitos pensamentos.

Ah mas hoje já estou melhor!!! Com a corda toda, mas prometi para mim mesma que vou na paz... rsrsrs


Boa semana!

4 comentários:

Daca disse...

Olha amiguinha. O corpo é inteligente e vai fazer a gente parar sempre que precisar. Aproveita esse momento reflexivo e se permita dizer uns não. As vezes é bom. Amo vcs.

Carol Sena disse...

Tassia sabe que eu estou pensando muito isso nos últimos dias... meus fins de semana são mais corridos do que na semana e geralmente estou na correria fazendo as coisas para os outros... infelizmente preciso parar de querer abraçar o mundo a minha volta, isso anda me cansando... Faz exatamente 1 mês que todos os sábados eu saio para fazer algo a alguém... se ainda fosse pra mim!? Grande BJU

Lylia Diógenes disse...

Boa reflexão, Tássia! " A vida precisa de pausas", já dizia Drummond. Cada vez mais percebo apesar de ser tão difícil pararmos "por bem". Uma lição a aprender todos os dias.
Ainda bem que você está melhor.
Bj e linda semana,
Lylia.

Tatá disse...

Amiga, devagar é sempre... Se tiver que escolher alguma coisa, escolha a si mesma! Bjus