quarta-feira, janeiro 18

A Vida da Gente

Bah que novelinha boa esta A Vida da Gente das 18 horas da Rede Globo né? Tudo é bom, a trama, os personagens, não é uma coisa pesada, pena que eu não consigo olhar muito pois quando chego em casa já está terminando, mas ainda dá tempo de olhar um capítulo e ver a Maria cantando a múica tema e vcenando para as meninas entrando no mar quando vai para o intervalo. Que figura.

E claro o mais lindo de tudo é a decoração das casas. Elas tem um charme à parte, quase que roubam a cena, da vontade de estar lá experimentando as comidinhas que a Manu faz em sua maravilhosa cozinha, ou tomando um chazinho com um bolo da dona Iná.

Fiquei compeltamente apaixonada pelos cenários/casas da novela, passa um ar de bastante cuidado, carinho e aconchego. Então fui pesquisar algumas fotinhos para colocar aqui:

Olha que maravilhosa esta cozinha, não dá vontade de passar o dia inteiro fazendo comidinhas?

E esta sala da casa da Iná então? Um charme só. Só acho muito escura, mas mesmo assim é linda, bem cara de vó né?

Olha que lindo estes detalhes? Unica coisa que eu trocaria é esta caneca do Grêmio pois não dá né? Colocaria uma do Internacional ai, uma vermelha ficaria bem mais bonita hahaha!!


Todas as fotos eu tirei do site oficial da novela.

Espero que tenham gostado e que adorem a novela assim como eu. Bom restinho de semana!!!

4 comentários:

Tatá disse...

Eu amo essa novela. Também queria chegar mais cedo em casa para assistir.

Bjus

Cristina disse...

Eu adoro essa novela com algumas ressalvas rsrs
Peguei certa aversão a Júlia. Ô menina chatinha. Mas depois para para pensar e deve ser difícil para uma criança passar o que ela está passando.
Qto aos cenários, não sei se você conhece Gramado, mas eu estive por lá e me encantei. A maioria das casas são desse jeitinho mesmo.
Bjs

Ateliê de Artes - Dri Queiróz disse...

Nossa essa novelinha é tudo de bom, uma inspiração né?

Querida tem selinho para vc lá no meu blog.

Bjs Dri

Bianca disse...

Tássia, eu amava assistir essa novelinha, sempre que dava né? Chego em casa entre 18h e 19h... Pena que acabou.
Beijos