terça-feira, abril 23

Sobre ciumes...

Pois bem hoje fiquei de falar de como foi a reação da Maria ao descobrir que terá um novo priminho. Não teria muitas preocupações já que ela tem dois primos e a relação com eles é muito boa, se não fosse por um simpes detalhe. A minha irmã tem dois filhos, a Maria já "divide" minha mãe e meu pai com eles, mas os meus sogros não, ela era neta única.

Imagem google

Claro que ela está muito feliz com esta novidade, está adorando contar para todo mundo que tem um bebê na barriga da "dinda Pô", e contou mesmo. Mas ela já sentiu que algo vai mudar. Quando contei a novidade, ela correu a casa inteira e me fez comprar um presente para o bebê que já contei aqui. Mas volta e meia ela me perguntava se o Vu (como ela chama o vô) e a vó seriam avós do neném também. Falei que sim, que iriam amar o bebê como amam ela, mas que nada mudaria em relação a este sentimento.

No domingo ela estava um pouco diferente, o vô não podia sair do lado dela, tadinho do sogro, não conseguiu nem almoçar direito, no mais ela estava bem tranquila, até a mão na barriga da dinda ela passava e deu tchau bem faceira para a barriga.

Imagino que quando nascer ela vai sentir ciumes em relação aos avós e a dinda que vai ter um bebê, mas faz parte, até lá vamos conversando com ela. Lembro que quando nasceu a Maria o meu sobrinho (apesar de ter tido a pouco tempo uma maninha) ficou um pouco diferente comigo, sei que ele estava feliz, mas sentia ciumes por dividir a minha atenção com a priminha, mas a relação logo mudou e hoje os dois se amam muito, é lindo de se ver.

Novamente repito, ela está maravilhada com a vinda do priminho/a (que segundo ela é um guri), ela até diz que vai montar uma caminha para ele no canil da vovó para os dois brincarem juntos de casinha, hahaha. Mas este sentimento faz parte, ainda mais que ela é uma criança! Quero só ver como vai ser o dia que a Maria ganhar um irmãozinho...

E vocês já passaram por isto? Deixe seu depoimento!

Beijos

5 comentários:

Tatá disse...

Sentir ciúme é normal, ainda mais que quando a Maria nasceu os primos já eram nascidos. Essa é uma experiência nova e logo ela se adapta.

Bjusss

Chris Ferreira disse...

Sim!!! O ciumes é normal e até hoje está presente lá em casa.Nada que a gente não dê um jeitinho materno no dia a dia!
Boa semana para vocês!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

Marly disse...

Oi, Tássia,

Os ciúmes infantis são passageiros. Eles são superados tão logo a criança perceba que continua amada, né? rsrs.
A maria está linda, vi a foto dela no post anterior, rsrs.

Beijoca e boa tarde!

minhacasaminhalida.com disse...

Oi, Tássia!
Como você sabe, não tenho filhos, mas sempre uso minha priminha de exemplo rs! Ela tem seis anos e até hoje tem ciúmes quando vê a mãe dela me abraçando ou abraçando nossa outra prima. Acho que é um pouco normal e só com conversa e com tempo é que a situação se ajeita.
Um beijo,
Mariana

Ju Dalzoto disse...

Sim, minha amiga, eu já passei por isso. Mas foi do outro lado. Tipo assim, eu vi o sofrimento da minha sobrinha, até então neta única e mimadérrima dos meus sogros, quando o Lucas nasceu. Teve um momento em que ela não suportava muito ver o Lucas, mas eu conversei bte com ela, expliquei que ninguem jamais seria tão importante como a primeira neta e pronto, funcionou. Hoje eles são mais que primos, são super amigos. E ela ainda tem ciúmes dele, mas é mais pelo modo como os avós ensinam, então, acho que não é seu caso e que todos vão ficar muito bem com a chegada desse novo bebê!

A propósito, parabéns, titia!!!
Tudo de bom!
Beijos
Ju